Buscar

Payback: quanto tempo é necessário para quitar um investimento em energia fotovoltaica?


Será que o investimento em energia fotovoltaica vale a pena? Essa é uma das principais dúvidas que as pessoas têm antes de instalar os sistemas para captar a luz do Sol. A resposta para esse questionamento é bastante simples.

Investir em energia solar vale a pena sim, já que você terá payback, ou seja, o seu dinheiro de volta. Isso acontece porque você deixará de pagar um valor elevado na sua conta de luz e esse dinheiro sobrará no final do mês.

Em algum tempo, o investimento se pagará e o dinheiro que todo mês era destinado para pagar a conta de energia poderá ser utilizado para outras finalidades, de acordo com o seu desejo ou necessidade.

Mas afinal, quanto tempo é necessário para quitar um investimento em energia fotovoltaica? É sobre isso que falaremos neste artigo. Continue conosco e descubra!

Entenda quais são as variáveis que alteram o tempo de payback da energia solar

Antes de mais nada, você precisa entender que o tempo de payback pode variar, de acordo com dois fatores principais. O primeiro deles é o clima da região em que as placas fotovoltaicas serão instaladas.

Em regiões mais frias e que fazem mais dias nublados, por exemplo, o payback pode levar mais tempo do que em um Estado em que quase sempre faz calor e os dias são mais ensolarados.

O outro fator é o valor cobrado pelas companhias de energia elétrica de cada região. Existe variação de preços e taxas dos serviços prestados por essas empresas. Logo, nos locais em que as contas de luz têm valores mais baixos, o payback acontece mais rapidamente.

O portal Carteira Rica fez uma estimativa do tempo médio de payback do investimento em energia solar no Brasil. O estudo concluiu que isso acontece, em média, no período de cinco anos e seis meses.

No entanto, essa é apenas uma aproximação e você precisa fazer um cálculo personalizado para ter uma resposta mais precisa para o seu caso.

Veja como é feito o cálculo do payback para energia fotovoltaica

O cálculo do payback para a energia fotovoltaica pode ser feito por meio de uma fórmula matemática simples:

PAYBACK = INVESTIMENTO INICIAL / ECONOMIA MENSAL OBTIDA

Vamos para um exemplo prático? Imagine que você gasta uma média de R$ 500,00 na conta de luz. E, ao instalar um sistema de placas fotovoltaicas em sua residência, precisou investir R$ 25 mil.

Depois de concluída a instalação, você percebeu que a sua conta de luz baixou de R$ 500,00 para R$ 100,00. Ou seja, você fez uma economia mensal de R$ 400,00.

Agora é só colocar esses valores na fórmula que apresentamos. Veja como ficaria:

PAYBACK = INVESTIMENTO INICIAL / ECONOMIA MENSAL OBTIDA

PAYBACK = 25.000 / 400

PAYBACK = 62,5

Nesse exemplo, a fórmula do payback resultou em 62,5. Isso quer dizer que o investimento se pagará em 62 meses e meio, o que daria pouco mais de cinco anos.

Depois que esse tempo passar, você terá energia gratuita para usufruir durante todo o tempo de vida útil do sistema fotovoltaico, que pode chegar a mais de 25 anos.

Veja como ocorre variações no payback, de acordo com o tipo de investimento em energia fotovoltaica

A fórmula do payback é sempre a mesma, independentemente do tipo de investimento em energia fotovoltaica que você fizer. Porém, o resultado alcançado varia, conforme explicamos, de acordo com o valor que você gastou para instalar os sistemas e a economia que isso proporcionou na conta de luz.

No caso da energia fotovoltaica para empresas, por exemplo, é necessário usar mais placas para captar a luz do Sol, tendo em vista que há mais equipamentos que precisam ser alimentados do que em uma residência.

O investimento para uma indústria que tem muitas máquinas em funcionamento, portanto, é maior que o de uma casa onde vive uma família com três ou quatro pessoas. Logo, pode haver variação no payback.

Também é interessante considerar se o modelo de energia solar escolhido é on grid ou off grid. No primeiro caso, o sistema instalado fica conectado à rede de distrubuição de energia pública e você terá que continuar pagando a conta de luz, embora os valores reduzam muito.

Já no caso do modelo off grid, não há conexão com a rede pública e a conta de luz não precisa mais ser paga. Por outro lado, é necessário investir em um banco de baterias para armazenar o excesso de energia produzida.

Todas essas variáveis podem fazer com que o payback aconteça em mais ou menos tempo, sendo necessário levar tudo em consideração ao aplicar os valores na fórmula que ensinamos. Apenas assim você terá um número preciso e saberá em quanto tempo terá de volta o valor que foi investido.

Pensando em facilitar a forma como você descobre o tempo necessário para quitar o investimento em energia fotovoltaica, a Reevisa criou um simulador online!

Acesse agora a nossa calculadora e descubra o quanto custa o seu gerador solar, quantos painéis solares você precisa, a potência instalada e o quanto você vai economizar. É rápido e fácil! Não perca essa oportunidade!


18 visualizações
NOSSOS
TELEFONES

(48) 3626-8572

(48) 9 9104-1088

NOSSAS UNIDADES

Matriz Tubarão/SC: BR 101, Km 332

Filial Sombrio/SC: R. Padre João Reitz, n° 700

Filial Campo Bom/RS: Av. Carlos Strassburger, n° 5796

DE SEGUNDA
À SEXTA

08:00 às 12:00

13:30 às 18:00

SIGA-NOS
NOSSOS SERVIÇOS
ENCONTRE-NOS

Nossa matriz fica localizada nas margens da BR-101.

Rua Amarildo José da Rosa, 1830, Revoredo, Tubarão - SC, 88704-460

Nossas filiais estão localizadas nas cidades de Sombrio/SC e Campo Bom/RS.

 

PARCEIROS

© 2020 Reevisa Energia Solar